sábado, 1 de março de 2008

"DESPERTAR" :Luiz Carlos RUFO



Do eu que viaja, etéreo e sério, ou sonhante a sorrir, às vezes retorcido pelo temor de algo inexplicável,noutras, leve pluma a experenciar manjares e olores, o corpo que jaz estendido sobre cama, catre, leito de sedas e almofadas, jornal ou papelão,qualquer cousa onde se estenda para descansar,espera.Adormecido.Adormentado.Bela Adormecida a aguardar o beijo do Bmanhecer.Vaso vazio.Sem a alma, o corpo se perde de si, dos meandros dos gestos cotidianos, da forma de uma personalidade peculiar e única.

Do quase acordar, lado a lado, o espírito encosta-se ao corpo em repouso e sobre a matéria pousa, ave ou papilonácea,leve e breve.

Daqui a segundos, funde-se o espírito ao soma.Então, o ser que acorda,recorda algo que por aqui não encontra, na circunscrição de sua fatalidade humana.Mas sabe que viajou, somente não sabe para onde,nem por quem foi tocado ou seu par na dança.

Isso, se chama "DESPERTAR" : um novo momento para ser, após refazer-se de prana ou nas vivências de outras dimensões.Assim , a tela do artista RUFO, que conhece o mistério das formas e das cores.

Clevane Pessoa de Araújo Lopes

Diretora Regional do InBRasCi (Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais) em Belo Horizonte, MG
Busque, navegue e encontre mais em:




http://luizcarlosrufo.blogspot.com/2008/01/despertar.html


E também:

www.arvore637.com.br

2 comentários:

ARTE E VIDA disse...

Perfeito o texto e a tela,ambos
profundos e que nos levam a
reflexões sobre a nobreza desse
momento do "Despertar".Momento
divino de duas almas artistas.
Emocionante!
Abraços
Graça Campos

Edson Rufo disse...

Prezado Clevane, meu nome é Edson Rufo irmão do Luiz Carlos Rufo. O qual existe uma postagem em seu Blog.
Quero lhe comunicar que no dia 23-03 o Luiz partiu vitima de Cancer.
Fico aqui a sua inteira disposição.

http://escritorpoeta.blogspot.com/
Um forte abraço
Edson Rufo