sábado, 24 de janeiro de 2009

AO MEU PAI ÉDSON BATISTA DA SILVA (DIDI JACARÉ)





Uma borboleta para simbolizar a alma:leve, frágil/forte a inpirar beleza...

Imagem:uma das telas de Andréia, que as assina com o nome artístico de Deia Leal:os portais são sua temática bela, misteriosa e recorrente e pareceu-me que esse quadro,cabe bem nesta homenagem .

Foto:Andréia, ao lado de seu saudoso pai, Édson Batista da Silva, que tinha muito orgulho dos sucessos de sua filha nas Artes e nas Letras.


Andréia Donadon perde o pai e expressa em Poesia pura esse momento delicado.Eu lhe disse que não importa a idade que nós, os filhos tenhamos , se o genitor exerceu a partenidade conforme as leis da Vida, sempre nos sentimos orfãozinhos.Eu tive um pai maravilhsoso, qual o dela, ele achava que mamãe iria antes(por set muito mais nova).O A mãe de Andréia, adoentada -e ele parte.A notícia nunca é dada conforme poderia ser.O choque é grande.A sensibilidade feminina, filial e de poeta, sofrem uma vibração indescritível!J´[a viram a pancada que dão no coco ,para que se parta?Ele vibra, mas não quebra:assim nós, que amamos quem se vai:o golpe é fero, mas ficamos vibráteis e doloridos.Permanecemos.E a vida continua.nehuma experiência será igual á outra, mas pelo menos na qualidade de "Tia" emprestada , eu fiquei espiritualmente ao lado dessa grande e bela mulher.E eis que ela já consegue fazer Poesia dessa experi~encia única.

Transcrevo, para que comunguemos juntos :

AO MEU PAI ÉDSON BATISTA DA SILVA (DIDI JACARÉ)


Andréia Aparecida Silva Donadon Leal


Um mês
um pedaço nosso partiu há um mês
para além das montanhas
para além dos limites do horizonte
para além dos limites do sol
para além das noites estreladas e enluaradas.
Partiu um pedaço dos nossos corações
e sorrisos em festas, feriados e finais de semana.
Partiu para além
muito além:
do sofrimento
do rancor
da mágoa
da vaidade
da ganância
e da busca incessante por bens materiais.

- Cadê você, pai?
Não escuto suas gargalhadas
ecoando nos meus ouvidos.
O coração está saudoso
do abraço
do afago
e da presença física.
Você está além
muito além
dos limites da ciência
dos homens
dos animais.

Uma estrela pisca no céu
uma gota de chuva caí em meu rosto
um beija-flor entra em minha casa,
o vento acaricia minha fronte
e enxuga minhas lágrimas incontidas.
Você está além
muito além...
Em nossas lembranças
no vôo do pássaro
na luz brilhante dos raios solares,
nas noites de céu estrelado,
em todos os lugares
sinto sua presença além,
muito além da matéria
muito além dos olhos...
O seu espírito viceja e/ternamente do outro lado
e em nossas ternas lembranças.

__________________________________________


À Frente dos Portais.

A Andreia Donadon , na Passagem de seu pai.



O espaço-tempo mostra agora uma outra dimensão
saudade, perplexidade, pungência de canto
no escoar das horas...
A filial dedicação temd e se deter à beira do portal :
há vários, mas ela não pode transpassá-los.
No recolhimento da meditação,
seu self mostra-lhe que é preciso retornar.
A Vida a espera, com sua procissão sonante.
Há o que fazer.
A criação a levará bem longe.
Ele estará presente na lembrança ondulada:
os sucessos, a artista e a Poeta oferecerá
a seu criador, criatura sens[ivel que é.
E as horas escorregarão na ampulheta de cristal
das necessidades terrenas.
Fortaleça-se, mulher de pincel e pena,
teclado e água:
sua produção,entremeada inicialmente de suspiros
há de conter em cada hausto, os princípios
ensinados, a admiração, a vontade de acarinhar.
Frêmitos hão de agitar-lhe as mãos,
brisas hão de guiar seus traços epalavras.
e ele, bem perto, recolherá cada beleza da filha amada,
com uma cornucópia.
As uvas darão o melhores dos vinhos...

Clevane Pessoa de Araújo Lopes

Um comentário:

Efigênia Coutinho disse...

Estimada Escritora Clevane, sempre nos brinda com reliquias da cultura, Ler Andreia, e saltar dentro das suas belas telas, e de sua alma poéta, agradecida com este momento cultural. Desejava ser seguidora do seu espaço, mais não encontrei aqui o link para ser, então a forma que a poeta pode ser ainda mais lida e divulgada, seria entrar ao meu espaço, onde tem um link ser seguidor deste, e basta clicar e seguir o caminho, deixo o link para tal evento, que somente virá a somar nesta senda cultural, onde deixo os meus cumprimentos,atenciosamente,
Efigênia Coutinho
http://www.poesiasefigeniacoutinho.blogspot.com/